Promovendo a Gestão Florestal Sustentável
PEFC Portugal

skflag Portugal | PEFC International

Cortiça

Na Defesa das Florestas do Mediterrâneo

Os ecossistemas das regiões de clima mediterrânico são particularmente ricos em fauna e flora, constituindo hotspots de biodiversidade. A Bacia Mediterrânica tem entre 15 a 25 mil espécies de plantas, isto é, uma riqueza em espécies muito superior ao que se encontra no resto da Europa. Destas, mais de metade só existem no Mediterrâneo, tornando-as espécies endémicas desta região.

jp_alentejo central_sobreiro5O sobreiro é uma dessas espécies. Para além disso, os montados e bosques de sobreiro são importantes reservatórios de diversidade biológica. O lince ibérico ou a águia imperial são dois exemplos de espécies únicas ou com estatuto de protecção que habitam este ecossistema. A rede Natura 2000, a rede pan-europeia de áreas classificadas para conservação da natureza, considera os montados (habitat 6310) e os bosques (habitat 9330) de sobro pela importância para a conservação da biodiversidade.

Adicionalmente os montados formam importantes paisagens – culturais, isto é, sistemas que resultaram da acção humana por aproveitamento de recursos diversos: a cortiça, os frutos para alimentação animal, as pastagens ou as culturas agrícolas que frequentemente coexistem na mesma área e que conferem aos montados o seu carácter silvopastoril.

O Sobreiro é a espécie dominante na paisagem mediterrânica e a única árvore capaz de produzir cortiça. A cortiça é um material versátil e com características únicas. Cerca de um quarto da produção de cortiça é usada para a produção de rolhas de cortiça, mas que representa cerca de 70 por cento do volume de negócios do sector.

Para além da rolha de cortiça há um conjunto de produtos que são possíveis encontrar como: pavimentos e revestimentos, artigos decorativos para a casa e o escritório, solas e outras aplicações para sapatos, juntas de automóveis, produtos para a indústria militar e de aviação, produtos para a indústria química e farmacêutica, e muitos outros com design inovador e moderno. Até o pó da cortiça é utilizado para gerar energia eléctrica.

rolhap

A gestão sustentável e o consumo de cortiça pode contribuir para a protecção e sustento das comunidades locais, a fauna e a biodiversidade que dele dependem.

Consumindo rolhas de cortiça em vez de outros vedantes de plástico ou metal está a contribuir efectivamente para a conservação da Floresta Mediterrânica. 

Estatística em Portugal

Área certificada: 253 025 ha

Proprietários Florestais: 831

Certificados CdR: 136

Sites CdR abrangidos: 347

(actualização em 24 Out. 2017)
Saiba mais...